Metal Com Bolacha Maestra, uma banda que ja nasce com status de banda grande, não por seus integrantes ja serem conhecidos no meio do metal, mas sim pela qualidade das musicas que estão sendo disponibilizandas com seus dois singles.   A banda é formada por: Neno Fernando – Vocais José Cardillo – Teclados Fabiano Manhas – Baterias Vagner Souza […]
" />
11923021_994293810606536_1581604619_n

Maestra, uma banda que ja nasce com status de banda grande, não por seus integrantes ja serem conhecidos no meio do metal, mas sim pela qualidade das musicas que estão sendo disponibilizandas com seus dois singles.

 

A banda é formada por:

Neno Fernando – Vocais
José Cardillo – Teclados
Fabiano Manhas – Baterias
Vagner Souza – Contra-baixos
Vandré Nascimento – Guitarras

 

Tive um bate papo com a banda onde ela fala sobre tudo, desde como ela foi formada até a tematica da banda, espero que gostem…

 

11913121_994293757273208_936816008_n

 

Fabiano Manhas, você é um baterista que ja tem uma história na musica, como foi sua entrada para a banda e qual sua contribuição no processo de criação, pergunto isso porque a bateria é um ponto forte nos 2 singles da banda.
FABIANO: Bom , minha entrada foi bem natural , tudo espontâneo , o Neno me ligou e perguntou se eu conhecia um batera para entrar na banda que ele estava remontando, dai eu disse, me manda mais ou menos qual é a ideia … Dai ele mandou o último cd do eterna e disse, “a partir disso vamos fazer coisas bem diferentes, ideias novas , mais complexas e mais pesadas” , e falou: “o time teria que ser de muito alto nível”, dai eu disse: “vamos lá , vai ser um desafio”.

Só que tudo deu uma guinada e acabou virando outro projeto uma banda do zero mesmo, com ideias novas tudo novo .

Bom , a base vem bem pronta e eu tenho total liberdade p criar as baterias , na verdade acho que rolou uma química onde ninguém precisa ficar falando muito , lógico que a direção tem sido do Neno e do Cadilho , mas até agora faço o que eu quero , tudo com bom senso , diálogo , apoio mútuo , sem ego e melindres , natural , dai tudo flui , gravo as bateras no meu estúdio e mando a session p o Neno p ele finalizar , simples e direto . Tem sido gratificante o processo , diferente , depois de 18 anos sem tocar com uma banda e ficar focado mais nos meus projetos de clínicas , workshows , aulas e gravações esse foi e tem sido um desafio que resolvi aceitar , a diferença é que todos os músicos são muito maduros , isso facilita muito a relação.

 

Neno, o processo de composição pelo que notei nos 2 singles estão concentrados em você e no Jose Cardillo, o que podemos esperar, pois as duas musicas apresentadas são bem diferentes?
NENO FERNANDO: Eu e o Cardillo tocamos juntos quase 15 anos é natural tudo soar fácil, quando sentamos para compor é algo natural e sai uma música atrás da outra facilmente.

O bacana é que uma já sabe o que o outro esta pensando quando iniciamos uma composição, tudo flui naturalmente, já me vem na cabeça várias linhas de teclados e na cabeça dele começam a borbulharem várias linhas de canto rsrrs sendo assim, um começa a dar ideias fantásticas para o outro .

O disco full já está todo composto, fazemos os rascunhos e passamos para a banda onde cada músico devidamente em seu instrumento começam então a colocarem suas ideias e como acertamos na mosca em escolher a dedo cada músico, a química foi perfeita e o resultado final sempre nos surpreende.

As músicas do disco são pesadas, estamos experimentando vários elementos dentro e fora do Heavy Metal e Progressivo, queremos soar progressivo meio moderno, com músicas não longas com melodias e elementos diferenciados, estamos conseguido um resultado excelente, algo que sempre quisermos fazer em outras bandas na qual passamos, mas nunca conseguimos, por músicos pensarem diferente, não pensarem para frente e ficarem parados no tempo, isso é um TIRO NO PÉ para um músico profissional, viver do passado, sem chance.

 

11879725_994293580606559_972788399_o-2

 

Qual será a temática das musicas do Maestra?
NENO FERNANDO: A temática do Maestra é fazer letras inteligente, falando sobre o cotidiano, falando tudo o que acontece no mundo e fora dele, como foi no caso da nossa nova música SOUNDS FROM MARS, onde falamos sobre a vida inteligente fora do nosso planeta, um assunto no qual eu sempre fui apaixonado
Falamos exatamente sobre tudo o que acontece em nossas vidas, desde vida extraterreste, falsidades, raiva, fúria, positividade, politica e etc…

 

Gostaria que vocês falassem um pouco dessa nova banda para que todos conhecessem um pouco mais sobre cada integrante.
NENO FERNANDO: O MAESTRA é uma banda que já inicia com gabarito, escolhemos a dedos cada integrante para assumir o posto, procuramos escolher os melhores que gostaríamos de fazer parte do projeto.

Logo achamos toda a turma e foi algo muito natural, toda a química fluiu 100%, músicos extremamente profissionais, fácil de trabalhar e com a mesma visão que a gente, fazer música de qualidade e sem barreiras.

Gostamos de Rock/Heavy, gostamos de pedal duplo, gostamos de guitarras pesadas, gostamos de teclados soando com vários timbres e efeitos na cara, gostamos de vocais que passeia pelo médio até o agudo forte, com técnicas variadas, drives e sem nos preocuparmos em ficar preso em um único estilo, queremos desafios, queremos fazer músicas que toquem nossas almas, que nos de TESÃO para tocar e isso conseguimos com o MAESTRA.

Todos integrantes são importantes nessa jornada é como um time de futebol, tem que ter um zagueiro bom, tem que ter um meio campo bom, tem que ter um lateral bom e um atacante bom, no caso do MAESTRA todos são excelentes.

Começando pelo Fabiano Manhas, que dispensa comentários, é um baterista fora de série, tem uma técnica apurada, uma pegada animal e uma história importantíssima dentro do cenário mundial.

O José Cardillo tem uma história gigantesca no cenário nacional e mundial também, já gravou vários discos e tem sua história dentro do Heavy Metal.
O Vadré Nascimento é um guitarrista excelente, que gosta de trabalhar várias possibilidades com suas guitarras, trabalha com timbres excelentes, guitarras de 6, 7 e 8 cordas dando sempre o melhor para cada música, já tocou em várias bandas e tem sua história magnifica dentro da cena nacional.

O Vagner Souza já o conheço a muito tempo também, sei de sua excelência em seu instrumento, um profissional que estuda muito, tem uma visão musical excelente e consegue doar seu conhecimento para engrandecer ainda mais o trabalho do MAESTRA.

Eu também estou contribuindo com o meu conhecimento de 20 anos, tive diversas bandas na qual eu passei e tive vários aprendizados, busco sempre o novo, sempre trabalhar com elementos que possam somar para o trabalho que esta sendo elaborado em cada momento.

Cada disco é um disco, uma época, uma fase de espirito no qual temos que aproveitar e colocar nosso registro ,de cada sentimento atual.

Consigo também colaborar com meus conhecimentos fora no vocal como na produção, gravação, edição, mixagem e masterização do trabalho.

Estamos extremamente felizes com a banda, agora sim, temos uma banda de verdade, uma banda que soa como banda mesmo, algo extremamente profissional e além de tudo, todos somos amigos de verdade, sem ego, sem falsidade, todos pensando sempre no melhor para a banda, progredir e fazer acontecer.

 

11871924_994293607273223_1654596789_o

 

José Cardillo, suas composições estão bem diferentes das que você costumava a fazer no Eterna e no Sagga, é proposital essa mudança ou a liberdade de compor faz com que isso seja possível?
JOSÉ CARDILLO: Antes de começar a compor as músicas do MAESTRA , me reuni com o Neno e discutimos o direcionamento do trabalho. Decidimos então, por fazer músicas mais modernas, mais “densas” e sérias, sem perder as melodias marcantes e com o virtuosismo dosado de maneira equilibrada. Decidi então, agregar harmonias mais sérias e trabalhar com muitos riffs de guitarra pesados, que funcionam muito bem nesse contexto.

 

Vandré Nascimento, ficou nas suas costas toda a parte pesada da guitarra, pois a banda só conta com você, que toca com uma Ibanez de 8 cordas, o que muda na sonoridade da banda com esse instrumento?
VANDRÉ NASCIMENTO: Primeiramente, obrigado pelo espaço…O cenário precisa desse apoio que vocês estão nos dando!

A guitarra de 8 cordas, tem se tornado uma “febre” nos últimos anos…Difundida pelo Meshuggah, que começou com essa onda das guitarras de 8 cordas com o incrível guitarrista Fredrik Thordendal , que batizou o “Djent”, estilo moderno, com sons pesados e mais ritmados…Depois disso muitos outros entraram nesse “novo mundo” da guitarra, inclusive esse que vos fala(escreve!rs)….

 

Sempre gostei de “coisas diferentes” dentro da Música…..Quando descobri as guitarras de 7 cordas, praticamente abandonei as de 6, e assim está acontecendo novamente ao “me achar” nas guitarras de 8 cordas!

Ela com certeza traz mais peso, muitas, mas muitas novas possibilidades, não só de bases pesadas, pois tenho “desbravado” o instrumento, ampliando a tessitura nos solos e improvisos…E por consequência, traz um toque de modernidade ao nosso som! Sem dizer na experiência única de tocar num instrumento relativamente novo no Brasil, pois são poucos os guitarristas que fazem uso das 8 cordas, por ser um universo muito diferente e com muito mais possibilidades sonoras, e principalmente por não ter material didático, ou estudos voltado a essa guitarra, o que torna um grande desafio tirar sons dela!

Com certeza essas experiências casaram perfeitamente com o som do Maestra, que é diferente desde a relação entre os integrantes, até a forma de composição e execução individual de cada músico, o que agrega e muito na sonoridade final da banda como um todo!

 

Vagner Souza, você possui uma outra banda, a Ashton bridge,
que alem de tocar baixo você canta, podemos esperar isso no Maestra?
VAGNER SOUZA: Opa, com certeza pode esperar sim, claro como backing vocal.
Porém se os meus companheiros de banda, acharem que rola de eu cantar trechos estou aí.
Claro, preciso voltar a estudar mais técnica vocal, mais nada como o mestre Neno Fernando não possa me auxiliar.

Sobre o novo single, que é o segundo lançado oficialmente pela banda e acompanha um video clipe, nos diga mas sobre ele.
NENO FERNANDO: Sim, acabamos de lançar o novo single oficial intitulado SOUNDS FROM MARS, estamos seguindo a risca como os grandes nomes da musica mundial estão fazendo hoje em dia, repare que a logística hoje é lançar singles e algo voltado a imagem da banda, como vídeo clip, shows e teasers.
Pois a dinâmica da internet é algo absurdo, poucos hoje em dia aguentam ouvir um disco completo, claro, aquele curte a banda, vai ouvir o álbum inteiro, mas na maioria eles ouvem 1 ou 2 sons de uma banda e com o tempo vão assimilando mais até conhecerem a fundo uma banda e a temática que ele quer apresentar em cada disco.

Optamos por seguir assim, aliás, singles não é algo novo não, lembro que na década de 90 eu comprava muitos singles importados de bandas que eu curtia, mas a dinâmica de hoje em dia nos obrigada a ser assim.

Funciona também, mas a banda hoje em dia tem que pensar e agir mais rápido, não se pode mais ficar 3,4 anos sem gravar um disco, hoje tem que ser full time, senão o nome começa a fica no esquecimento, existem milhares e milhares de nomes no mundo todo, temos que trabalhar e muito…
Sobre o vídeo clipe era algo que tínhamos a muito tempo em nossas cabeças, queremos seguir lançando mais clipes, teasers, shows e quem sabe um DVD oficial quando tivermos material pra isso.

Estamos pensando grande, estamos com estrutura, estamos fazendo tudo pensado e tudo em seu tempo, tenho certeza absoluta que a realização pessoal hoje em dia está alcançada em cada um da banda. Estamos felizes e realizados.

Lançamos até agora 2 singles oficiais, o primeiro foi o single JUDAS lançado em Janeiro deste ano, agora acabamos de lançar o single SOUNDS FROM MARS junto com o nosso primeiro vídeo clipe oficial, estamos em estúdio gravando o disco full em dentro de alguns meses, estaremos lançando nosso terceiro single e o nosso segundo vídeo clip oficial.

Creio que no primeiro semestre de 2016 estaremos lançando o disco oficialmente e mais 1 vídeo clip oficial.
Essa é a pegada.